quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Até um dia...


Quando li a notícia há uns dias na internet, não quis acreditar que fosse verdade. Mas infelizmente era.
Fez este Verão 10 anos que um rapaz ainda meio assustado e com dúvidas sobre a sua vida, ouviu na rádio uma notícia em que um jovem cantor assumia a sua homossexualidade perante todo o mundo. Assim pôs fim a boatos e calou muita gente com o seu gesto. E assumiu que amava um homem e que poderia ser feliz com ele.
A partir desse momento, esse rapaz que apenas conhecia uma ou outra música da banda a que pertencia esse cantor, tornou-se rapidamente num grande fã da mesma, tempo comprado no espaço de poucos meses quase toda a sua discografia, incluindo singles especiais, etc.
Infelizmente o projecto dessa banda quis acabar, mas ainda assim, esse adolescente via nessa banda e nesse cantor um exemplo a seguir e que poderia ter um futuro feliz junto de alguém que um dia conhecesse e que o fizesse feliz. Infelizmente só teve pena de não poder ver essa banda actuar ao vivo. Ainda assim, em 1999/2000, tudo o que via em televisão ou rádio relacionado com os membros da banda, gravava ou comprava, mesmo já na fase a solo de 2 dos membros daquele grupo. E espera que um dia os pudesse ver ao vivo e retomar o sentimento inicial de felicidade e o sonho que sentiu na adolescência. E eis que ao final de uns bons quantos anos os rapazes decidiram juntar-se para lembrar velhos tempos. Foi então que esse rapaz, já agora com 20 e muitos anos, pensou "talvez seja agora a minha oportunidade de os ver".
Mas infelizmente o destino assim não o ditou.
Na semana passada, 10 anos depois de ter causado grande alegria num adolescente, a mesma pessoa causou grande tristeza ao partir deste mundo. Para sempre vão ficar memórias e situações ocorridas ao som das suas músicas, k7s audio e vídeo de aparições que fizeram e que não poderiam deixar de ser gravadas.
Deixo aqui novamente no meu espaçozinho virtual duas das músicas (que se tornaram hits)que mais me marcaram, embora muitas outras pudesse pôr.
Até sempre Stephen Gately...

BOYZONE - No matter what


BOYZONE - Everyday I Love You

3 comentários:

Hydrargirum disse...

Tb eu fiquei mais que chocado qd soube...e ainda para mais por termos a mesma idade...

E eu que costumava "brincar" com o Stephen a imita-lo nessa mesma musica que aqui puseste...

Agora que li sobre a tua colega de fac pior ainda...estas coisas impressionam me:(((((

Abraco

pinguim disse...

Caro Tales
a morte é cada vez mais algo que nos surpreende.
Só de casos pessoais, familiares e amigos, este ano tem sido impressionante...
Claro que a morte de pessoas como Gately, que são novas e que admiramos nos chocam também, mas as outras tocam-nos mais directamente.
Abraço amigo.

Kapitão Kaus disse...

É, a vida é muito cruel, por vezes.
Já senti a dor de perder gente muito querida, amigos que tinham nascido no mesmo dia que eu e que me eram muito próximos. Custa. Eu sei que custa. Muito.

É por isso que, cada vez mais, as pessoas que são realmente importantes estão sempre presentes. Sempre. Porque infelizmente nós ainda não somos eternos. E poder usufruir da alegria e da companhia dessas pessoas, isso é o que realmente importa!

Abraço